Primeira Feira Agroecológica é inaugurada em Mogeiro-PB

Publicado por Thaynara Policarpo
Campina Grande, 22 de outubro de 2018 · Editar

Agricultores e agricultoras familiares de sete comunidades de Mogeiro-PB, região de atuação do Fórum de Lideranças do Agreste (Folia), inauguraram no ultimo sábado, 20 de outubro, a primeira Feira Agroecológica do município.  A feira passa a funcionar todos os sábados, das 5h às 11h, ao lado da feira de frutas, no centro da cidade.

A feira é uma realização de um grupo de dez agricultores e agricultoras que fazem parte da Comissão Municipal de Mogeiro, onde foi discutido todo o processo de constituição de uma feira agroecológica, acompanhado pelo Centro de Ação Cultural (Centrac), através do Projeto da Roça à Mesa, que viabilizou a estruturação e o material de comunicação de divulgação da feira. A iniciativa também fez parte da agenda da Semana Mundial de Alimentação e conta com a parceria da Plataforma Mercosul Social e Solidário e com os apoios das agências de cooperação internacional Misereor da Alemanha e de CCFD-Terre Solidaire da França.

Produtos – A feira conta com uma variedade de produtos livres de agrotóxicos, tais como: ovos de capoeira e de codorna, mel, doces, bolos, frutas como mamão, tamarindo, maracujá, caju, coco verde, verduras, legumes, macaxeira, batata doce, amendoim, castanha de caju, colorau, massa de mandioca e de tapioca, galinha de capoeira, picado de porco, tapioca, feijão, fava e hortaliças como coentro, cebolinha entre outras.

Durante a inauguração, o agricultor José Soares, do Acampamento Paraíso, deu as boas vindas aos feirantes, falando sobre a importância da feira agroecológica para o município: “O ser humano consume litros de agrotóxicos por ano. E nossa feira agroecológica oferece só produtos sem veneno. Precisamos pensar na nossa saúde, consumir comida de verdade”, disse o agricultor. Gilmar Carlos de Andrade realizou uma benção e felicitou os feirantes pela iniciativa de oferecer à cidade de Mogeiro uma alternativa para a alimentação, com produtos saudáveis.

A feira foi animada pelo Trio de Forró Pé de Serra “Vapor” e os consumidores puderam degustar do bolo de amendoim e de mandioca e também receberam um panfleto informativo da feira, que fala sobre os 10 motivos para consumir produtos agroecológicos.

“Eu trouxe bolo de amendoim, mandioca, doce de banana, que produzi com outras mulheres do grupo, trouxe hortelã de pastilha, que é uma planta medicinal, tamarindo… E muitas dessas coisas não eram aproveitadas na minha casa. As pessoas agora podem consumir, estão experimentando o bolo de amendoim, estão gostando e depois de hoje a feira tem tudo pra dar certo”, falou a agricultora Mônica Andrade, do assentamento João Pedro Texeira, que está vendendo pela primeira vez na feira.

“A gente estava muito ansiosa por esse dia, são 6h40 da manhã e metade dos produtos já foram vendidos. A gente sabe que nem todas as pessoas ainda estão conscientes sobre os produtos sem veneno, mas com o tempo elas vão se acostumando e vamos fazendo a clientela certa. O trabalho também é esse, de falar sobre a importância de ter uma alimentação sem o uso de veneno”, disse o agricultor Ramos Feitosa.