Grupo de Mulheres da Comunidade Bernardo Constitui seu Primeiro Fundo Rotativo Solidário

Publicado por Thaynara Policarpo
Campina Grande, 25 de agosto de 2017 · Editar

No dia 24 de agosto, foi realizada a assembleia de constituição do Fundo Rotativo Solidário (FRS) da Comunidade Bernardo, município de Aroeiras – PB. O FRS é uma iniciativa do Grupo de Mulheres das comunidades Bernardo, Piabas, Chã da Barra e Juá, que atualmente tem a participação de nove integrantes. A atividade foi realizada no Grupo Escolar Bernardo e facilitada pelo Centro de Ação Cultural – Centrac, instituição que atua como assessoria na região.

Durante os processos de formação para a constituição do Fundo Rotativo da comunidade, acompanhados pelo Centrac, o grupo decidiu que o primeiro FRS seria de fogão agroecológico e de tela, com o objetivo de fortalecimento da agricultura familiar, através do resgate de práticas coletivas de administração de recursos financeiros e não financeiros que contribuam para o desenvolvimento e para a melhoria das condições de vida das famílias participantes, numa dinâmica participativa e transparente.

Durante a assembleia, foi feita a leitura, correção e aprovação do regimento interno, elaborado durante os processos de preparação do fundo rotativo. Além do regimento interno, Madalena Medeiros do Centrac apresentou mais cinco instrumentos de controle do FRS: a ficha de inscrição individual; o termo de adesão; o controle para prestação de contas mensal e anual e o carnê. Após a aprovação do regimento, foi realizada a eleição da comissão gestora, composta por coordenadora, vice-coordenadora, secretária e tesoureira. Foram eleitas, Josefa Renata, Solange Araújo, Michele da Silva e Analice Maria da Silva, respectivamente.

As integrantes também discutiram sobre a construção de um plano de fortalecimento de desenvolvimento do Fundo Rotativo Solidário. No dia 29 de agosto será uma reunião com o grupo para discutir as futuras ações.

A agricultora Josefa Renata, 29 anos, está participando pela primeira vez de um FRS e conta um pouco sobre suas expectativas. “Eu espero que o grupo cresça e se fortaleça. Eu estou muito animada para construir meu galinheiro com o fundo de tela e com isso melhorar minha renda”, afirma Renata.

O que é Fundo Rotativo Solidário – É como uma poupança comunitária gerida coletivamente para fortalecer a agricultura familiar. Essa poupança é formada por meio da doação voluntária de recursos por cada membro participante do fundo ou ainda pode ser constituída a partir de ações e recursos externos destinados à comunidade.